Escolha bem o carvão para o churrasco

Como você escolhe o carvão na hora de fazer um churrasco?

Um dos elementos essenciais para um bom churrasco é o carvão vegetal, mas legalizado pelo IBAMA, que executa no estado a legislação federal em torno da produção de carvão criada para não devastar florestas e o meio ambiente.

Assim com diversos setores da economia, as carvoarias catarinenses sofrem com a concorrência desleal de empresas ilegais, que colocam no mercado produtos ruins com custos para o meio ambiente. Segundo Ricardo Matos, da Bom de Brasa, de Santo Amaro da Imperatriz, o ideal é usar carvão 100% legal, de florestas plantadas que, além de ajudar na preservação de nossas florestas, fornece melhor caloria e durabilidade na hora do churrasco, resultando em economia para o consumidor.

Assim como em diversas regiões do Brasil, o meio ambiente da Grande Florianópolis sobre com a prática ilegal de algumas carvoarias e, consequentemente, prejudicando o meio ambiente.

Carvão ilegal colabora para possível perda de biodiversidade nas florestas nativas pela falta de controle das espécies que estão sendo manejadas, utilizada e exploradas na floresta, caso não se tenha um controle adequado e autorizado pelos órgãos ambientais responsáveis.

O manejo de florestas nativas é permitido em alguns casos como em reformas agrárias, ou situações extremamente pontuais em algumas comunidades, mas em geral é feito sem critério e com exploração da floresta em um ritmo mais rápido do que o a velocidade de recuperação das florestas. O desmatamento descontrolado  traz alterações climáticas regionais, pois as matas tem grande e importante influência sobre o clima dessas regiões. As florestas ajudam a manter a temperatura da microbacia onde se localizam, bem como tem papel fundamental no regime hídrico. Onde há floresta há chuva e umidade devido à atração eletrostática que exercem sobre as partículas de água dispersas na atmosfera. Onde há florestas há também abundância de água e rios, devido à influência das raízes no lençol freático.

Os fornos para produção de carvão também devem ser licenciados pela FATMA/IBAMA (e não só o manejo ou plantação da floresta). Fornos não licenciados podem estar em locais muito habitados e a fumaça da produção do carvão vegetal pode interferir na vida da comunidade, não só pelo aspecto da possível intoxicação, mas também pela poluição química e visual do ar. “Mesmo fornos licenciados podem ter capacidade de poluição do ar, mas é aí que entram os órgãos regulamentadores: só licenciam um determinado número de fornos por região, visando não ultrapassar a capacidade de recuperação do meio ambiente no local”, diz Matos.

Por não ser regulamento e ser produzido "escondido", não se sabe sobre as condições de trabalho na planta produtiva. O carvão vegetal, no Brasil, é uma das atividades que mais apresenta problema em relação à mão de obra similar à escrava e mão de obra infantil. A Bom de Brasa seleciona os seu fornecedores/produtores rurais de acordo com critérios rígidos, instruídos/solicitados pela ABRINQ-Save the Children (e por isso a empresa tem o direito ao uso do selo "Empresa Amiga da Criança").

Muitos acham que o único uso do carvão é o churrasco. O carvão, todavia, é utilizado na produção de ferro gusa, um produto exportado para o mundo inteiro pelo Brasil. Sendo assim, o carvão vegetal é uma importante fonte de recursos financeiros para muitas pequenas famílias agricultoras, por isso não deve e não pode parar. O problema maior não está nas famílias produtoras em si, que vêem a atividade como uma fonte de trabalho e renda para a família e muitas vezes sequer sabem como deveriam produzir e que práticas deveriam seguir.

Fotos
Últimas dicas
15/03/2019
Jardins Cafeteria: café com ambiente de bistrô
 
19/12/2018
Em Jurerê
 
19/12/2018
Novo point em Coqueiros
 
19/12/2018
Máquinas de café Astoria em nova fase
 
 
Mande sua dica
Você sabe fazer alguma comida gostosa e quer dar a dica no site? Conhece algum prato delicioso que já comeu por aí e acha que o site deve dar de dica? Mande pra gente!
 
 
 
 
News no seu e-mail
Do seu jeito!
 
Quer mandar a sua DICA? Indicar algum restaurante que você foi e não está aqui no site? Pedir que o SDI vá atrás de alguma promoção? Vamos adorar a contribuição, sinta-se a vontade para mandar um e-mail com sua colaboração!
Facebook
 
 
Instagram